Envie um mail com o seu apelido, que nós pesquisamos, e enviamos uma descrição do mesmo, caso haja na nossa base de dados.
Temos um base de dados com cerca de 250.000 apelidos de Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Alemanha.
Para saber se o seu apelido existe envie-nos por mail, que nós fazemos a pesquisa e enviamos uma descrição do seu brasão de família.

Heráldica


A heráldica representa simultaneamente a ciência e a arte de descrever os brasões de armas ou escudos. As origens da heráldica remontam aos tempos em que os cavaleiros para se diferenciarem dos outros nos campos de batalha e nos torneios, pintavam os escudos com as suas cores. O brasão de armas é definido pela sua descrição escrita e não pela sua visualização, a qual é dada por uma linguagem própria a Heráldica.
O acto de desenhar brasões dá-se o nome de Brasonar. Os heráldistas ao lerem uma descrição, para correctamente brasonarem, têm de seguir um conjunto de regras para posteriormente poderem desenhar um brasão.
Para se descrever o escudo de armas primeiro começasse pelo esmalte (cor) do campo (fundo), seguem-se a posição dos esmaltes ou objectos existentes no escudo, que são descritos de cima para baixo, da direita (dextra) para a esquerda (sinistra). Quando visualizamos o escudo de frente a dextra refere-se ao lado esquerdo, e a sinistra ao lado direito, tal como é visto pelo observador, isto deve-se ao facto da descrição se referir ao ponto de vista do portador do escudo, e não do observador.
O escudo é normalmente utilizado para se referir ao brasão de armas no seu todo, mas na realidade, o escudo é apenas um elemento que faz parte da composição do brasão de armas. Numa descrição completa, o escudo pode ser acompanhado por outros elementos, como os suportes, coronéis, listeis e o timbre na maior parte dos brasões portugueses.







.: Webdesign: Pamo :.